30 de mai de 2008

Brasil apela contra adoção de padrão da Microsoft

Da BBC Brasil
ISO e IEC decidiram adotar formato como padrão internacional
O Brasil entrou com um apelo contra a adoção do formato Office Open XML (OOXML), da Microsoft, como um padrão internacional para documentos eletrônicos.

O apelo foi enviado à Organização Internacional para Padronização (ISO, na sigla em francês) e à Comissão Electrotécnica Internacional (IEC, na sigla em inglês), os dois órgãos que aprovaram a adoção do formato como padrão em março.

Índia e África do Sul também entraram com um recurso semelhante.

Os países contrários à decisão argumentam que o processo de aprovação do padrão foi conduzido de forma apressada e os órgãos nacionais de padronização ainda não receberam a versão final do texto aprovado, mais de um mês depois do prazo estabelecido pelas regras do comitê técnico.

Delegados reunidos em um encontro em fevereiro tiveram apenas cinco dias para lidar com mais de mil mudanças editoriais e críticas ténicas apresentadas ao texto original da proposta, o que prejudicou o processo.

Os presidentes da ISO e da IEC têm, cada um, um mês para examinar o recurso e tentar chegar a um acordo com os órgãos nacionais. Se isso não for possível, os apelos serão encaminhados às diretorias dos órgãos.

A importância da adoção do OOXML como padrão deve ser reduzida, no entanto, já que a Microsoft anunciou na semana passada que não pretende fazer o Office 2007 compatível com a versão do formato adotado pela ISO e pela IEC.

Em vez disso, a empresa pretende disponibilizar um arquivo para permitir que o Office 2007 escreva e leia arquivos compatíveis com o formato OpenDocument.

Nenhum comentário: